Por qu?? caiu? Desfiles rebaixados ser??o tema de parceria entre OBCAR e Setor 1 Um

 

Por Assessoria OBCAR

Subtítulo: Objetivo do projeto é enaltecer grandes desfiles que foram punidos pelo julgamento oficial.

OBCAR e setor 1 um iniciam parceria.

Rio de Janeiro – Durante esse período de pandemia e isolamento social em que estamos vivendo, o Observatório de Carnaval (OBCAR/UFRJ) tem realizado diversas ações virtuais a fim de promover a circulação de saberes e reflexões carnavalescas, além de aproximar a universidade, as escolas de samba e os sambistas – mesmo que em quarentena.

Entre essas atividades, está a publicação de estudos e análises sobre desfiles de carnavais passados. Graças à recém-firmada parceria, o site Setor 1 tornou-se um dos canais de publicação dos textos do OBCAR e começará com uma série especial chamada “Por que caiu?!”.
A série tem o objetivo de publicar análises sobre desfiles que foram rebaixados – tanto do Grupo Especial para a Série A, tanto dessa para a Intendente Magalhães. Esses carnavais que foram punidos com as últimas colocações pelo júri são, muitas das vezes, lembrados apenas por seus resultados na quarta-feira de cinzas e ficam de fora das discussões quando falamos em grandes desfiles. Assim, com essas publicações, revisitaremos esses desfiles para relembrar que também foram apresentações que levantaram questões importantes, com narrativas relevantes e boas soluções plásticas.

Para Cleiton Almeida, um dos coordenadores gerais do OBCAR, “esta é uma oportunidade para olharmos para desfiles que estão impregnados em nosso imaginário com essa imagem do rebaixamento e ver sob outro ponto de vista, com a ferramenta das dúvidas, do pensar em questões que estão ali, mas que passaram despercebidas porque não nos aprofundamos suficientemente nesses carnavais”.

Tiago Freitas, também coordenador geral do grupo, diz que “é muito importante olhar para essas narrativas porque é comum que o grande público dê mais importância aos desfiles consagrados pelos jurados, enquanto os rebaixados são postos à margem, então também é nosso papel trazer esses desfiles para o centro das discussões, para serem novamente assistidos”.
O primeiro texto da série será publicados amanhã, aqui no site Setor 1. Não percam!

Foto Divulgação.

 

Fonte.:  www.setor1um.com.br