Incerteza faz Globo n??o iniciar pagamento referente aos desfiles de 2021; Liga se posiciona

 

Por Redação SRzd

Detentora dos direitos de transmissão dos desfiles de Carnaval do Rio e de São Paulo, a Rede Globo não iniciou, até o momento, o pagamento às escolas de samba referente aos desfiles do próximo ano.

O motivo seria a incerteza da realização do evento devido ao impacto da pandemia da Covid-19. Em nota, a emissora teria afirmado que “aguarda a evolução da situação”.

“A TV Globo é detentora dos direitos de transmissão dos desfiles de Carnaval do Rio e de São Paulo. A dúvida, neste momento, é se, por conta dos impactos da pandemia de Covid-19, haverá desfiles no ano que vem. Por causa dessa incerteza, a emissora não iniciou, até o momento, o pagamento dos valores referentes aos desfile de 2021. A TV Globo aguarda a evolução da situação”, diz o texto divulgado pelos sites Metrópoles e UOL.

A compreensível dificuldade das autoridades e dirigentes das escolas de samba na realização do Carnaval 2021 impede resolver o problema com antecedência. Em reportagem publicada em 15 de junho no SRzd, o jornalista Sidney Rezende ouviu em confiança pelo menos seis fontes graduadas que não esconderam a preocupação com o assunto.

Liga-SP diz que notícia não é verdadeira e nega atraso de pagamentos

Em nota compartilhada em suas páginas de redes sociais na tarde desta quarta-feira (8), a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo usou o termo “equivocadas” para tratar as informações  sobre a suspensão de pagamentos por parte da TV Globo para as escolas de samba do Carnaval de São Paulo.

“Em São Paulo, ao contrário do que dizem as notícias publicadas nesta quarta (8), não existe nenhum tipo de comunicação oficial em relação ao Carnaval de 2021 vinda da detentora dos direitos de transmissão dos desfiles, tampouco um atraso no cronograma de pagamentos”, diz trecho do comunicado. Clique aqui para ler.

O que os dirigentes falaram sobre prazos

Rio de Janeiro

Para o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Castanheira, outubro seria o mês limite para se ter uma decisão a respeito do próximo Carnaval carioca. Semana passada, a entidade chegou a marcar a primeira plenária com presidentes das agremiações para discutir o tema, mas a reunião foi cancelada pela morte de Luizinho Drumond, da Imperatriz.

São Paulo

Em recente entrevista ao jornal “Folha de São Paulo” o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, Sidnei Carrioulo, afirmou que o “mês do prazo” para a realização da folia de 2021 é o mês de agosto.

“Eu diria que agosto é o ‘mês do prazo’ para sabermos se vai ou não ter Carnaval. Mas primeiramente, precisamos nos preocupar com a nossa saúde”, disse.

É bom lembrar que mesmo as atividades suspensas desde o mês março, em razão do novo Coronavírus, as escolas de samba, no Rio e em São Paulo, seguem, na medida do possível, seus cronogramas visando os desfiles.

Enredos e sinopses já foram lançados, ações sociais via internet arrecadaram toneladas de alimentos para quem precisa e concursos de samba-enredo já estão em andamento através das plataformas digitais.

Fonte.:  www.srzd.com