Morre o compositor Evaldo Gouveia, lenda da MPB e autor dos sambas da Portela de 1974 e 1978

 

A diretoria da Portela lamenta o falecimento do músico e compositor Evaldo Gouveia, de 91 anos, ocorrido na noite desta sexta-feira (29), em Fortaleza, no Ceará. Considerado um dos maiores compositores da história da MPB, ele é coautor de clássicos como "Brigas", "Alguém Me Disse", "Somos Iguais", "Sentimental Demais" e muitos outros, todos em parceria com Jair Amorim. Com passagem marcante pela Portela na década de 1970, Evaldo Gouveia assinou os sambas-enredos de 1974 ("O Mundo Melhor de Pixinguinha") e 1978 ("Mulher à Brasileira"). Evaldo e Jair também compuseram o sucesso "O Conde" (eternizado por Jair Rodrigues), que homenageia a eterna porta-bandeira Vilma Nascimento.

De acordo com o portal G1, Evaldo, que estava com a saúde fragilizada desde 2017 quando sofreu um AVC, faleceu em decorrência de complicações causadas pelo coronavírus. A informação foi confirmada ao G1 por Ulysses Gaspar, biógrafo do artista.

Fonte.:  www.gresportela.com.br