Sem Crivella, Rei Momo recebe chave da cidade e dá início ao Carnaval 2020

 

Por Redação SRzd

O Rio de Janeiro deu início neste domingo (12) ao Carnaval 2020. Com a Corte Real eleita, foi a vez da chave da cidade ser entregue ao Rei Momo 1º e Único, Djeferson Mendes. A tradição ocorreu no palco de Réveillon de Copacabana, logo após o anúncio dos vencedores do concurso. Pela terceira vez em quatro anos, o prefeito Marcelo Crivella não compareceu à cerimônia.

+ Eleita a Corte Real do Carnaval carioca de 2020

Na ocasião, a família de Candonga subiu ao palco para seguir com a tradição da chave. Em seguida, o presidente da Riotur, Marcelo Alves, a entregou ao Rei Momo.

“A abertura do Carnaval foi realmente um sucesso. Foi um evento único e memorável com 300 mil pessoas na praia de Copacabana. A Corte Real está eleita, o Carnaval está oficialmente aberto e serão 50 dias de folia, e, claro, de muita alegria. O Rio está respirando Carnaval e desde o Réveillon estamos vendo a cidade cheia de turistas. O recorde de público e o sucesso do Réveillon já nos adiantaram como seria o Carnaval. E o evento de hoje confirma que a nossa cidade está preparada e já está no clima dessa folia que só o Rio de Janeiro consegue ter”, disse Alves.

Além de Djeferson, completam a corte: a rainha Camila Aparecida da Silva e as princesas Deisiane de Jesus e Cinthia Aparecida Martins de Oliveira.

O primeiro evento do Carnaval Rio 2020

O Bloco da Favorita, da empresária Carol Sampaio, manteve o clima da festa até a coroação da Corte Real. O show aconteceu no mesmo palco da festa de Réveillon oficial de Copacabana, próximo ao Hotel Belmond Copacabana Palace, e teve como atrações MC Marcinho, Preta Gil, Toni Garrido, Leozinho, Andinho, Sandra de Sá e Felipe Mar. O Bloco também reuniu muitas celebridades como as madrinhas: Camila Queiroz, Ellen Jabour, Letícia Lima, Sheron Menezes, Thaila Ayala, Josie Pessoa e Maria Joana.

+ Multidão lota Copacabana em abertura do Carnaval 2020

Fonte.:  www.srzd.com