Morre tia Doquinha, integrante da galeria da Velha Guarda da Portela

 

A Portela está de luto. Morreu, na última quinta-feira (12), aos 86 anos, Dolca da Silva do Espírito Santo, a Tia Doquinha, uma das mais antigas integrantes da Galeria da Velha Guarda da agremiação. Ela sofreu um mal súbito e foi levada para a Policlínica da Marinha, na Tijuca, no entanto, não resistiu.

Muito querida por toda a comunidade portelense, Tia Doquinha, que também teve passagem pelas alas Amigo Urso, Guanabarinos e Das Damas, era admirada pela alegria de viver e pelo amor à Portela, o que lhe valeu o título de Avó Eterna da Galeria da Velha Guarda. Apesar da idade e dos problemas de locomoção, não deixava de prestigiar um evento sequer na sede da Portelinha. Era, ainda, presença constante na Feijoada da Família Portelense, onde chegava cedo e acompanhava todo o evento do camarote da Velha Guarda.

O corpo da sambista foi velado na sede da Portelinha e enterrado no Cemitério de Irajá, no sábado (15). Viúva, ela deixou dois filhos.

O presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, o presidente da Galeria da Velha Guarda, Aimoré Azevedo, e toda a diretoria da escola lamentam profundamente o falecimento de Tia Doquinha e se solidarizam com seus familiares e amigos neste momento de luto e dor.

Foto: Paulo Henrique Souza (PH)
Legenda: Tia Doquinha era uma das mais queridas integrantes da Galeria da Velha Guarda da Portela

Fonte.:  www.gresportela.com.br