Novo presidente da Lierj deve propor redu????o para tr??s alegorias na S??rie A

 

Por Guilherme Ayupp

Empossada a nova diretoria da Lierj, que organiza os desfiles da Série A do carnaval carioca, pretende fazer uma redução no número máximo de alegorias que atualmente é de quatro (o mínimo é de duas). O presidente Wallace Palhares explicou à reportagem do CARNAVALESCO que a medida visa a reduzir os custos, já que não há previsão de repasse de verbas para as escolas do grupo.

“Temos conversado muito pois não dá para todas as escolas saíram deste carnaval no desfile. É preciso respeitar cada fornecedor. Eu acredito que diminuindo um carro não diminua o tamanho do espetáculo. Atualmente manter como está não dá para fazer. O presidente da escola não pode mais sair endividado de um desfile como tem acontecido”, alertou.

Mesmo com declarações do prefeito Marcelo Crivella de que não deve repassar nada para o carnaval, Wallace avalia reuniões com o setor de captação da prefeitura e não descarta buscar apoio federal através dos deputados do Rio de Janeiro. O presidente confirma que ainda há mais um ano de contrato com a TV Globo.

“Temos mais um ano de contrato com a Globo. Nada se altera. Estamos buscando um diálogo com o setor de captação de recursos da prefeitura. Pensamos em ir até Brasília para pedir ajuda dos deputados fluminenses”, explicou.

Outro tema conversado com o novo presidente da Lierj foi com relação à produção do CD da Série A, que deve permanecer a cargo de Leonardo Bessa, agora intérprete da Renascer e da Tucuruvi em São Paulo.

“Time que está ganhando não se mexe. O CD produzido pelo Bessa é um dos melhores, recebendo prêmios e reconhecimento., Os presidentes decidem mas a princípio todos estão de acordo a dar sequência nesse trabalho maravilhoso. Precisamos saber como vamos encontrar as finanças também”, destaca.

Com ordem de despejo de duas agremiações de seus barracões, sorteio deve acontecer em julho ou agosto

O imbróglio político que atrasou o início do cronograma de 2020 vai afetar o sorteio da Série A. Geralmente as escolas conheciam a ordem de desfiles em maio. Com o mês já no fim, ele deve acontecer em julho ou agosto.

“Nossa primeira preocupação é o sorteio para as escolas organizarem-se melhor para o desfile. Todos decidimos juntos e o sorteio acontecerá no máximo em agosto ou até mesmo em julho. É algo prioritário”, disse Wallace.

Wallace explicou à nossa reportagem a quantas anda a questão dos barracões. Segundo ele duas escolas estão com ordem de despejo e o jurídico da Lierj já está cuidando do caso.

“Nossa preocupação em relação aos barracões é manter as escola que estão em algum espaço. Existem ordem de despejo para Porto da Pedra e Inocentes e nosso jurídico está viabilizando. Com relação a terrenos fizemos um mapeamento e a próxima etapa é descobrir a origem para fazer uma negociação. A Vigário Geral ainda está à procura de um barracão e estamos monitorando também”, explicou.

O novo presidente afirmou na entrevista que não há possibilidade haver virada de mesa e que a Alegria da Zona Sul terá de desfilar na Série B em 2020.

“Não existe a possibilidade de virada de mesa. É uma gestão comprometida com o sambista. Existe uma competição e infelizmente a Alegria desceu, mas o regulamento será cumprido”, concluiu.

Fonte.:  www.carnavalesco.com.br